5 dicas para sua empresa reduzir gastos em tempos de crise

*Por HerMoney

Com o atual cenário de crise econômica que não só o Brasil, mas todo o mundo está vivendo em decorrência da pandemia do coronavírus, inseguranças e instabilidades são sentimentos compartilhados por muitos empreendedores. 

Como consequência disso, manter o total controle do caixa, principalmente nos níveis de gastos, pode levar a uma travessia de sucesso durante uma crise como a que começamos a navegar.

Seguindo esta necessidade, você já se questionou qual a melhor forma de fazer cortes sem prejudicar o funcionamento da empresa? Você conhece os impactos que cada gasto tem na produção e entrega do seu produto?

Nesse momento, todas as decisões sobre as finanças da empresa precisam ser estratégicas, isto é, orientadas por um objetivo específico, para gerar o máximo de resultados assertivos possíveis.

Se o objetivo for redução de gastos (custos e despesas) você deve focar em não prejudicar o desempenho da operação, por isso os cortes devem ser feitos pela seguinte sequência que estrutura o fluxo de caixa: 

  1. Despesas financeiras.
  2. Despesas não operacionais.
  3. Custos operacionais.

A seguir vamos compartilhar 5 dicas que te ajudarão a executar essa atividade com mais eficiência. Acompanhe!


Para gerenciar melhor a sua empresa é indispensável que você aprenda, de uma vez por todas, a diferença entre custos e despesas. De forma bem objetiva, a definição prática de cada um é:

Custos 

São todos e quaisquer gastos necessários para aquisição ou produção, sem eles não é possível materializar seu produto ou serviço. Como por exemplo: matéria-prima, salários da produção e manutenção de equipamentos.

Despesas

São todos os gastos realizados para manutenção ou robustez da empresa, mas não contribuem diretamente para geração de novos itens ou serviços. São exemplos: salários administrativos, material de expediente e marketing.

A correta classificação desses gastos na realidade da sua empresa contribuirá para ter clareza no desempenho, qualidade nas informações direcionadas às tomadas de decisões e o acompanhamento da margem de lucro ideal.

Agora que você já sabe a diferença entre custos e despesas, vamos seguir para as valiosas dicas!


Dicas para reduzir gastos e superar crises

1. Faça análises frequentes 

Programe uma reunião, no mínimo quinzenal, para olhar seus números de perto. Ninguém melhor que o dono da empresa para conhecer todo o potencial do produto ou serviço oferecido.

Acompanhar o desenvolvimento de perto possibilita reduzir prejuízos, ter mais previsibilidade e saber quais gastos podem ser eliminados, sem impactar o pleno funcionamento da operação.

2. Apegue-se ao fluxo de caixa

De todos os relatórios que possam refletir a situação financeira da sua empresa, o fluxo de caixa é o rei! Deve ser consultado sagradamente todos os dias.

Com o fluxo de caixa você visualiza a liquidez atual, entende qual a relevância de cada produto e gastos em comparação ao lucro e tem uma rota exata dos cortes que irão impulsionar a empresa em momentos de crise.

3. Tenha metas de consumo

Defina metas SMART – S (específica), M (mensurável), A (atingível), R (relevante) e T (temporal): entregas específicas, em determinado período de tempo, volume e resultado.

Durante as análises, confira como estas metas estão se desenvolvendo e, se preciso, ajuste rápido. São esses números que te orientaram a gerenciar o consumo financeiro do seu negócio.

4. Digitalize ao máximo

Use a tecnologia a seu favor, através dela é possível modernizar o seu negócio e ter serviços com baixo custo e alta performance. Observe internamente se os gastos essenciais podem ser otimizados pela digitalização.

Serviços contábeis, gestão financeira, Bancos, softwares de produção e estoque são alguns dos serviços virtuais de alta qualidade que podem substituir os tradicionais e gerarem mais economia.

5. Faça parcerias

Ninguém está livre das dificuldades trazidas pela atual crise. Somar forças com empresas complementares, ou até do mesmo segmento, pode ajudar o seu negócio a ganhar mais visibilidade.

As parcerias aumentam o alcance a potenciais clientes e podem reduzir gastos com publicidade. Lembre-se sempre de consultar seu fluxo de caixa para entender o que pode ser oferecido em contrapartida.


Com essas dicas temos certeza que você agora terá mais segurança para tomar decisões, reduzir gastos e enfrentar momentos de crise.

Não deixe de compartilhar com a gente nos comentários caso você tenha alguma dica para ajudar os empreendedores a reduzir gastos em tempos de crise.

* Esse conteúdo foi produzido pela HerMoney, parceira do Linker.
A HerMoney é uma plataforma exclusiva para Empresas de Mulheres, que através da sua assistente financeira virtual automatiza todas as atividades e rotinas da área financeira a partir de fotos, reduzindo em até 80% os custos administrativos e gerando mais eficiência as tomadas de decisões. Se quiser saber mais como os serviços corporativos digitais podem ajudar a sua empresa, conheça a assistente financeira virtual da HerMoney.

Autor Convidado

Posts relacionados

Escreva um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WordPress Image Lightbox Plugin

Fique por dentro

Que tal receber no seu e-mail conteúdos que podem ajudar
na gestão da sua empresa?

Preencha seu nome e e-mail: