Histórias de Sucesso: Cassio e o restaurante Bendita Panelinha

Conheça Cassio e sua jornada empreendedora com o restaurante Bendita Panelinha e seus novos restaurantes.

Formado em engenharia elétrica, Cassio começou sua carreira em uma empresa multinacional de consultoria. 4 anos depois iniciou sua carreira no mercado financeiro onde ficou durante 9 anos. Então, após 13 anos no mundo corporativo, no início de 2014, movido pela vontade de ter seu próprio negócio, abriu seu primeiro restaurante.

Confira sua jornada empreendedora, os principais desafios e conquistas:

Linker: Como nasceu o restaurante Bendita Panelinha?

Cassio: Cansado de trabalhar para os outros, resolvi empreender e abri um restaurante no Centro de São Paulo com um amigo. Após 3 meses de operação, identificamos alguns erros e resolvemos fechar. Dois pontos que foram decisivos para esta escolha foram: por não termos gente capacitada na equipe e pela escolha do chef, que não tinha experiência com restaurante por quilo. Meu amigo então saiu da sociedade e outros dois entraram no lugar, além de contar com a ajuda de um restaurateur (pessoa que abre e gerencia profissionalmente restaurantes) muito experiente.

2 meses após a troca societária e uma pequena reforma, reabri o restaurante, dessa vez com uma equipe muito bem preparada e assim há 5 anos atrás nasceu o Bendita Panelinha. Com um ano de funcionamento, larguei definitivamente a carreira no mercado financeiro e me dediquei ao restaurante. No meio de 2018 surgiu a oportunidade de abrir um novo restaurante na Mooca, no mesmo esquema de operação por quilo mas também com cafeteria e taphouse, e mais outro restaurante de choripan (lanche tradicional argentino) em Pinheiros.

Linker: Quais os planos para o futuro dos restaurantes? 

C: Hoje a operação do Centro está consolidada e os dois novos restaurantes ainda têm muito para amadurecer, mas estão crescendo em um ritmo muito interessante. A ideia é explorar novos canais de receita, como eventos e delivery.

Linker: Como o Linker ajuda no dia a dia dos restaurantes? 

C: O Linker surgiu como uma ferramenta para auxiliar na gestão do Vale Transporte de todos os colaboradores. Essa funcionalidade foi essencial para que eu conseguisse fazer essa gestão de forma ágil e, principalmente, com custo muito reduzido.

Linker: O que você descobriu sobre empreender que ninguém te contou antes?

C: O desafio de empreender envolve o desenvolvimento de muitas habilidades em áreas que você não faz ideia que existem quando se trabalha no mundo corporativo. A responsabilidade é enorme, os riscos são muito maiores e de repente você precisa aprender sobre assuntos de todas as áreas que envolvem desde a administração de uma empresa (comercial, jurídico, RH, operação, marketing, etc.), até o fator principal que é a contratação e gestão de pessoas. 

Linker:  Se você pudesse compartilhar algo com todos os empreendedores do Linker, o que seria?

C: Empreender acaba sendo uma atividade onde o responsável se encontra muito sozinho, em alguns momentos. Quando eu trabalhava em uma empresa grande, eu não percebia o poder que um crachá tem de abrir portas e facilitar relacionamentos. Mas quando você está sozinho montando a empresa e ninguém te conhece, as dificuldades são muito maiores. O empreendedor precisa se virar para conseguir crédito, para encontrar centenas de fornecedores e prestadores de serviço que vão auxiliar no dia a dia.

É importante se relacionar com outros empresários do meio, não os enxergue como concorrentes sempre, se aproxime de associações e grupos, troque experiência, sempre que puder ajude o próximo, fomente essa troca de conhecimento.

Cassio Horita

A grande maioria dos seus problemas e desafios já foi resolvida e validada por muitos outros, então tente utilizar a rede de contatos para ganhar essa vantagem.


Gostou da história do Cassio? Então confira outras histórias de sucesso aqui no Blog do Linker!

Diandra Guimarães

Head de Comunicação e Parcerias

Posts relacionados

Escreva um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *