linker banco pj

O que é lucro líquido? Como calcular esse indicador?

Lucro líquido, margem de lucro, lucro bruto e outros conceitos são imprescindíveis para qualquer empreendedor, não importa o nicho ou o tamanho do negócio. 

Quando abrimos uma empresa o principal objetivo (ou um dos) é obter lucro. Ele é mais do que fundamental para um negócio ter crescimento e o sucesso desejado. Mas para saber se as vendas estão realmente dando o retorno planejado é necessário observar o lucro líquido.

Mas o que é esse lucro líquido? Por que falar dele é diferente de falar de lucro de uma forma geral? Saber sobre esse assunto faz alguma diferença?

Se você pretende abrir uma empresa, entender sobre esse conteúdo é mais do que fundamental. Não só saber o que é lucro líquido como também saber como calculá-lo. Não importa o tamanho do seu empreendimento, esse conhecimento é mais do que essencial.

Continue com a leitura deste conteúdo e entenda tudo o que precisa saber sobre lucro líquido. Acompanhe!

O que é lucro?

Primeiro, é preciso compreender o que é lucro para só então entender melhor sobre quando falamos o termo lucro líquido.

Lucro é todo e qualquer valor que uma empresa ganha por meio de uma transação. É entendido como rendimento: você oferece algo ao consumidor e recebe o pagamento em troca.

Didaticamente falando, esse lucro se divide em dois: o bruto e o líquido.

Lucro bruto

O lucro bruto é a diferença entre o custo total da empresa e a renda total que obteve com as vendas. Sendo assim, é tudo o que um negócio ganha depois de retirar o custo com a produção.

Lucro líquido

E agora sim, vamos ver sobre o lucro líquido que é tudo o que uma empresa ganha menos todos os descontos, ou seja, o lucro real da empresa. Assim, todas as despesas precisam fazer parte dessa conta como aluguel, custo da matéria-prima, impostos e outros.

Vamos explicar como fazer esse cálculo de forma que você seja capaz de aplicá-lo na prática sem maiores problemas.

Qual a diferença entre lucro líquido e lucro bruto?

Se essa diferença ainda não ficou muito clara, vamos explicar um pouco mais. É muito importante que você termine a leitura sabendo esses conceitos de maneira detalhada.

Você deve ter notado que para calcular o lucro bruto, também retiramos algum valor da conta. Então, qual seria a diferença para o lucro líquido na prática? É que, quando falamos em lucro bruto, os valores que devem ser diminuídos dos ganhos são aqueles relacionados apenas à produção e mais nada.

Isso quer dizer que diminuir o valor dos impostos pagos não entra nessa conta, mas apenas na hora de calcular o lucro líquido. Na hora de fazer esse cálculo, é preciso adicionar não só os custos fixos como água, internet e outros como também os variáveis (uma máquina que quebrou e precisou ser trocada ou de manutenção, por exemplo).

Lucro líquido é dinheiro em caixa?

A resposta é simples: não. Não é porque uma empresa teve lucro que podemos considerar que há dinheiro em caixa e vamos explicar o motivo disso com um exemplo bem simples.

Digamos que uma pessoa fez uma compra na sua loja de R$ 5 mil e parcelou em 5 vezes. Isso significa que, no próximo mês a empresa receberá apenas R$ 1 mil e não o valor total da venda. Mas, de acordo com os conceitos e práticas da contabilidade, os R$ 5 mil devem entrar no cálculo do que há para receber neste mês, ainda que o dinheiro não tenha efetivamente entrado na conta.

Assim, só por esse exemplo podemos perceber que nem sempre que há lucro líquido, há dinheiro em caixa. E é muito importante compreender isso, afinal de contas, são conceitos que vão ajudar você na gestão do seu negócio.

Por que calcular margem de lucro líquido?

A margem de lucro líquido é uma porcentagem que serve como indicador para mostrar se a sua empresa está realmente indo bem ou não. Olhar apenas os números pode não ser o bastante para ter uma ideal real sobre o sucesso da empresa.

Por exemplo, é importante não só ter uma ideia, mas saber de fato que se a empresa fecha o mês com R$ 1 mil de vendas e R$ 800 está sendo utilizado para manter o negócio. E pode ser que R$ 200 de lucro não seja o que você deseja e o que foi traçado como objetivo financeiro dentro daquele período.

Além disso, essa margem de lucro pode ser muito útil na hora de atrair mais investidores para o negócio. Afinal de contas, se a porcentagem é boa, significa que a tendência da empresa é fechar no azul e, é claro, os investidores amam isso.

Outro ponto importante aqui é que ao calcular a margem de lucro líquido você passa a saber o quanto é necessário, financeiramente falando, para manter a empresa com as portas abertas e fazê-la também ter muito sucesso.

Como calcular o lucro líquido

Vamos explicar a você como fazer esse cálculo com a ajuda de um exemplo, uma situação hipotética do dia a dia.

Digamos que você abriu uma empresa que vende produtos eletrônicos e em um mês faturou R$ 50 mil. Esse foi o valor total das vendas e, para saber qual o lucro real (lucro líquido) você precisa diminuir desse valor custos como:

  • fornecedor: R$ 20 mil;
  • transporte: R$ 2 mil;
  • despesas gerais como funcionários, impostos e outros: R$ 18 mi

Você vai somar esses valores de custos e diminuir do valor das vendas ficando assim: R$ 50 mil – R$ 30 mil = R$ 20 mil.

Isso significa que R$ 20 mil foi o lucro verdadeiro da sua empresa e não os R$ 50 mil das vendas. E você pode ficar muito satisfeito com esse número, pois sua empresa fechou o mês no azul e você pode investir mais, comprando mais mercadoria, fazendo ela crescer e, claro, tendo a qualidade de vida que você sempre quis.

Lembrando que cada empresa tem sua própria lista do que vem a ser o custo. Por exemplo, pode ser que seu negócio ainda seja pequeno e não haja funcionários. Então, não haverá despesa para deduzir dos lucros.

A importância da lucratividade

A importância de ter lucro, especialmente lucro líquido, é mais do que óbvia. Afinal de contas, você precisa de dinheiro para fazer o negócio crescer, pagar funcionários, investir em mais produtos e, especialmente, para ter a qualidade de vida que sempre quis.

Aliás, esse pode ser o principal motivo pelo qual você montou ou pensa em montar um negócio, portanto, é importante que esse objetivo seja atingido o quanto antes.

Além disso, a lucratividade de um empreendimento é um importante indicador de que as coisas estão indo bem. É um indicador interno para toda a equipe e também pode ser um indicador externo para possíveis investidores ou ainda para conseguir um empréstimo.

Para calcular a lucratividade do seu negócio é bem simples. Basta fazer o seguinte cálculo:

Lucratividade = lucro líquido/receita total) x 100.

Fazendo um exemplo bem simples para você entender melhor, vamos imaginar uma loja de roupas com uma receita total de R$ 100 mil e um lucro líquido de R$ 25 mil. Assim, a lucratividade da empresa é a seguinte:

R$ 25 mil/R$ 100 mil = 25% de lucratividade.

Entender o que é lucratividade e qual a importância disso para o seu negócio é fundamental para ter essas ideias claras e isso ajuda a direcionar melhor as ações para alcançar o objetivo.

Lembrando que o lucro pode ser calculado dentro de diversos prazos e não apenas por mês. Aliás, é bom ter um controle de lucratividade mensal, trimestral, semestral, anual ou qualquer outro período que for mais relevante para o seu negócio. E como saber qual é? Isso você vai descobrir com o dia a dia, entendendo como funciona melhor a área financeira da sua empresa.

Como aumentar o lucro líquido do negócio?

Talvez você já tenha um negócio e deseja, naturalmente, que ele tenha maiores lucros e cresça. Isso vale, especialmente, se você anda fechando o mês no vermelho.

Para ajudá-lo nessa importante missão, listamos abaixo algumas dicas que vão te ajudar no dia a dia a fechar o mês no azul. 

Fique sempre próximo dos seus clientes

Os seus clientes são a fonte de informação mais importante e fidedigna que você pode ter. Afinal de contas, eles são o seu público-alvo e saber exatamente o que eles estão pensando sobre o seu negócio é de grande importância.

Estão satisfeitos com a compra? Como foi todo o processo de venda? Teve alguma dúvida? Há alguma reclamação ou sugestão a ser feita? Essas são algumas perguntas que você deve fazer se quer melhorar o seu empreendimento e vender mais para os antigos e novos clientes.

Recrute talentos

Ter uma boa equipe faz toda a diferença na hora de fechar boas vendas. Ter colaboradores que focam mais na solução do que no problema é essencial para qualquer negócio ter sucesso. É muito importante que eles também queiram ver o negócio crescer. 

Por isso, na hora de contratar faça um processo seletivo que esteja de acordo com as suas expectativas sobre o que deseja para uma equipe. Não pense apenas nas pessoas da equipe de vendas, mas como um todo. Por exemplo, um grande talento escolhido para a equipe de marketing pode ajudar a de vendas a fechar um ótimo negócio.

Fique de olho nas finanças

Obviamente que, se você deseja aumentar os lucros do negócio e sair do vermelho, precisa acompanhar as finanças da empresa bem de perto.

Não apenas para ter um bom controle dessa parte (o que é de grande relevância), mas também para ter uma gestão mais organizada e assim, aumentar as chances de conseguir empréstimos e também atrair mais investidores.

Ficar atento à área financeira é também uma maneira de direcionar os seus esforços e traçar objetivos mais realistas. Outro ponto importante aqui é que analisar as finanças não só pode garantir maiores lucros como também ajuda a identificar os possíveis gargalos do empreendimento.

Reveja seu plano de negócios

A empresa não está dando o lucro esperado ou, ainda pior, você está fechando o mês no vermelho? Pode ser que o seu plano de negócios não esteja compatível com a realidade do momento.

Pense que um plano de negócios feito há 6 meses pode não ser mais adequado para o presente. Portanto, esteja sempre analisando esse plano e fazendo pequenas mudanças, adequando-o à realidade de forma estratégica.

Entender os principais conceitos para uma boa gestão e administração empresarial é fundamental para a saúde financeira do empreendimento. Compreender bem o que é lucro líquido e como fazer esse cálculo é essencial para o sucesso que você espera do negócio.

O que mais você precisa saber sobre lucro? (FAQ)

Posso ter lucro superior a 100%?

Não, se o seu cálculo de lucratividade da empresa deu maior que 100% algo está errado. E a resposta é negativa por um simples motivo: o lucro não é calculado em cima do custo da mercadoria, mas sim do preço de venda.

Por exemplo, digamos que o custo de um produto para a empresa seja de R$ 25, mas você o vendeu de R$ 100, significa que teve um lucro de 75%. Para ter um lucro mesmo que de 100% você deveria ter custo zero com a mercadoria e isso é praticamente impossível.

O que é margem de lucro?

Trata-se do lucro que você tem na venda de um produto, ou seja, é o preço de venda menos o custo. Essa margem de lucro é expressa em porcentagem.

Entender o que é a margem de lucro e fazer o cálculo é essencial para entender se a sua empresa está realmente tendo lucro. Também é importante para saber precificar bem o produto ou serviço oferecido.

Monitorar essa margem de lucro é uma forma de entender, por exemplo, se as vendas caíram porque o preço do produto está muito elevado. Esse fator também é muito útil para direcionar a empresa por um determinado objetivo dentro de um intervalo de tempo.

Qual é a diferença entre rentabilidade e lucratividade?

Esses são, de fato, conceitos muito parecidos, mas há sim uma diferença. Enquanto a lucratividade funciona como um indicador de eficiência operacional, a rentabilidade tem a ver com o retorno sobre o investimento.

É interessante que você fique de olho desses dois números, pois são indicadores importantes para saber como anda a saúde do seu empreendimento.

Somos o banco de quem empreende! Abra a sua conta: https://linker.com.br/ 

Rolar para cima

Fique por dentro


Que tal receber no seu e-mail conteúdos que podem ajudar na gestão da sua empresa?

Preencha seu nome e e-mail: