Leitor de gestão empresarial

Como fazer pesquisa de mercado para abrir uma nova empresa?

A pesquisa de mercado é uma ótima ferramenta para descobrir se o seu produto realmente terá saída, se o seu ponto de venda é o mais indicado, quais estratégias de marketing criar e assim por diante.

Quando pensamos em abrir um negócio estamos bem empolgados e acreditamos totalmente que as pessoas vão desejar o nosso produto e serviço. Mas uma coisa é acreditar nisso e outra é confirmar se o mercado no qual você vai atuar realmente tem essa necessidade. Para te ajudar nisso, o melhor a fazer é um questionário de pesquisa de mercado para abertura de novas empresas.

Fazer uma análise de mercado para abrir empresa é essencial quando se está dando os primeiros passos para começar um empreendimento. Já pensou investir um elevado valor nesse sonho e depois perceber que a sua persona não é quem pensava ser? Que, na verdade, ela não precisa do seu produto ou serviço? Isso pode ser bem frustrante.

Então, para evitar esse tipo de situação, o melhor mesmo é pesquisar antes de investir o seu capital. É justamente para te ajudar nessa etapa tão importante da sua vida de empreendedor que fizemos este conteúdo.

Confira abaixo tudo o que precisa saber sobre o assunto e saiba como criar uma pesquisa de mercado para abrir uma nova empresa!

O que é uma pesquisa de mercado?

Você já deve ter ouvido falar nesse termo, mas é importante saber exatamente do que se trata uma pesquisa de mercado dentro do contexto de abrir um negócio.

Uma pesquisa de mercado é uma ferramenta utilizada na hora de criar uma estratégia para o negócio e que pode ser usada em diversos momentos que não só na abertura de um empreendimento.

Ela, basicamente, consegue fornecer informações muito valiosas e úteis para uma tomada de decisão. 

No caso, se você pretende abrir uma empresa, uma pesquisa de mercado pode ajudar a entender melhor o seu público e oferecer assim, um produto compatível com as expectativas dele e que resolvam a dor dele. Também pode te ajudar a entender qual a melhor localização física do seu negócio e assim por diante.

Na hora de montar uma pesquisa de mercado para abrir uma nova empresa é preciso levar em consideração também qual o objetivo dessa pesquisa. Nesse caso, ela pode ser qualitativa ou quantitativa. 

Também podem ser criados questionários mais simples — com duas ou 3 respostas objetivas, por exemplo — ou mais complexos nos quais as pessoas tenham que mensurar numa escala ( de 1 a 5 por exemplo) o quanto concordam ou não com um questionamento.

Qual é a importância de fazer uma análise de mercado?

Você deve estar se fazendo essa pergunta neste momento. Afinal de contas, é um algo a mais que deve ser feito em um mar de várias outras coisas que são necessárias para se começar um negócio. 

Você deve ter pensado em fazer uma pesquisa de mercado ao ler um conteúdo na internet, um post na rede social ou ainda por um amigo que mencionou sobre o assunto e contou que já fez uma para o próprio empreendimento.

Essa pesquisa é importante por diversos motivos, pois ajuda:

  • a conhecer melhor quem será o consumidor do seu produto ou serviço;
  • a entender se o que você tem a oferecer ao mercado realmente é algo que a persona deseja e que vai resolver o problema dela;
  • a saber se o seu ponto de venda realmente é o melhor local;
  • a encontrar a melhor estratégia de marketing para divulgar o seu novo empreendimento.

São diversos os motivos para fazer uma análise de mercado antes de colocar a mão na massa. 

Já imaginou você investir em um produto e só depois descobrir que não é isso que o seu mercado consumidor deseja? Você compra matéria prima, contrata pessoas para trabalhar na empresa, investe em marketing, faz tudo como manda o figurino, mas seu produto não tem saída.

Esse é um dos principais motivos pelos quais você deve fazer uma pesquisa de mercado antes de qualquer outra coisa.

A partir dos dados obtidos é possível reestruturar a sua estratégia e modificar o seu produto ou serviço de forma que ele realmente resolva o problema dos consumidores. Esse é um dos pontos mais importantes para ter sucesso no seu negócio.

E há formas de deixar a sua pesquisa ainda mais completa e utilizar as informações que ela oferecer. Quando ela é combinada com um plano de negócios, no qual você calcula os riscos e as oportunidades, as chances de ter sucesso no seu empreendimento são ainda maiores.

Como criar uma pesquisa de mercado eficiente?

Muitas pessoas não querem se dar ao trabalho em fazer uma pesquisa de mercado para abrir uma nova empresa porque acreditam que é algo extremamente complexo e difícil. Mesmo sabendo da importância que essa pesquisa possui para o sucesso do empreendimento, ela não é feita.

Mas saiba que fazer uma análise de mercado não precisa ser algo difícil ou mesmo demorado. Existem formas de fazer isso sem ter que demandar muito do seu tempo, especialmente hoje em dia com tantos recursos online e ferramentas gratuitas como o Formulário do Google para estruturar a sua pesquisa sem ter que pagar nada por isso.

Mas também é preciso ter cuidado para não fazer uma pesquisa muito simples. E o que seria isso? Uma pesquisa que é feita sem muitos critérios ou estratégia acaba sendo mais prejudicial do que realmente ajudando.

Quando você faz uma pesquisa que não te oferece os dados completos dos quais precisa para tomar um direcionamento, você pode, facilmente, seguir pelo caminho errado e ter sérios prejuízos.

É essencial também identificar qual o seu objetivo de negócio com ela. Você quer conhecer melhor o seu público? Quer saber qual o melhor local para abrir o seu empreendimento? Quer entender qual estratégia de marketing usar para divulgar a sua marca? Você pode criar uma pesquisa para cada um desses objetivos.

Vejamos um rápido passo a passo de como você pode estruturar a sua pesquisa de mercado sem maiores problemas.

Saiba quem é o público-alvo

Saber para quem se quer vender é essencial, afinal de contas, assim que se tem uma ideia de produto e serviço para oferecer, também é possível identificar quais seriam os possíveis compradores.

Sendo assim, você deve criar uma persona, ou seja, uma personagem semi-fictícia que possui idade, local de moradia, uma profissional gênero, se é casado(a) ou tem filhos(as), seus gostos, expectativas, sonhos e assim por diante.

Identifique o objetivo

Aqui é hora de entender por que você está fazendo essa pesquisa, qual o objetivo dela para o seu negócio e como essas informações vão ajudar na sua estratégia.

Tenha uma abordagem

Você precisa encontrar o meio de realizar a sua pesquisa. Quais hipóteses, perguntas e métodos mais efetivos para isso? Quais ferramentas serão utilizadas? A pesquisa será feita de maneira impressa, de forma online ou por telefone?

Além dessas questões, você vai precisar determinar qual o modelo de pesquisa: se quantitativa ou qualitativa.

Faça os questionários

Essa é, provavelmente, a etapa mais importante, pois é aqui que você precisará escolher, com muito cuidado e de maneira objetiva, quais perguntas precisa fazer para conseguir os dados corretamente. 

A depender do modelo a ser aplicado, também será necessário pensar nos questionamentos. Por exemplo, uma pesquisa qualitativa pode ser uma ótima oportunidade para entender melhor o que os consumidores acham do que o seu negócio tem a oferecer.

Oriente a equipe

Todos os que estão responsáveis por aplicar a pesquisa devem ter o devido treinamento. Por exemplo, eles não podem expressar opiniões para não correr o risco de mudar as respostas dos consumidores com uma informação tendenciosa.

Analise os dados

Essa parte pode ser um pouco mais complexa, pois existe conhecimento em estatísticas e, provavelmente, softwares específicos. Nesse caso, pode ser interessante contratar alguém ou uma empresa especializada no assunto.

Aperfeiçoe constantemente

A pesquisa não conseguiu oferecer os resultados que você realmente está precisando? Então, é o momento de mexer nas perguntas, retirando umas e colocando outras ou mesmo modificando as já existentes. Pode ser que o modelo — quantitativo ou qualitativo — também precise ser modificado.

Qual a diferença entre pesquisas qualitativas e quantitativas?

Estamos, constantemente, falando sobre esses tipos de pesquisas aqui neste conteúdo, então, vamos esclarecer um pouco mais sobre elas. Entendê-las é essencial para a sua coleta de dados e a escolha entre uma ou outra deve estar alinhada com o objetivo da pesquisa de mercado.

Pesquisa quantitativa

Aqui você vai precisar de uma grande quantidade de pessoas para responder às suas perguntas. É o tipo de pesquisa que trabalha, basicamente, com números. Por isso, são necessárias muitas respostas para que esses números ganhem volume e assim sejam capazes de confirmar ou não uma hipótese. 

São pesquisas em que as respostas são objetivas, sendo que essas respostas podem ser uma ou mais de uma, mas sempre objetivas.

Pesquisa qualitativa

Aqui não é necessário um grande volume de respostas, porém, trata-se de um tipo de pesquisa com uma maior riqueza de detalhes e, portanto, um pouco mais demorada que a quantitativa de ser realizada. 

São respostas subjetivas como um pequeno texto em que deve ser anotado, exatamente o que o consumidor respondeu. Algumas pessoas gostam de fazer essa pesquisa de forma a obter as respostas por meio de áudio caso seja feita de forma presencial.

Há uma margem de erro?

Sim e isso precisa ser considerado com o resultado final da sua pesquisa. A margem costuma ser de 2 pontos percentuais e, na prática, isso quer dizer que se 50% dos entrevistados responderam sim para uma pergunta, significa que entre 48 e 52% dos entrevistados ofereceram essa resposta.

4 perguntas para usar no seu questionário de pesquisa de mercado

A etapa de criar um questionário e as perguntas costuma ser a mais importante. Afinal de contas, é por meio dessas perguntas que seremos capazes de conseguir as informações que tanto precisamos.

Pensando justamente nisso, vamos deixar aqui 4 ótimas opções de perguntas para orientar você e sua equipe a fazer o questionário. Confira:

1. Qual o problema do seu cliente?

Qualquer produto no mercado existe por um motivo: resolver um problema ou facilitar uma determinada tarefa. Pois bem, você precisa pensar como o seu produto ou serviço vai resolver esse problema, de que maneira, em quanto tempo e outras variáveis.

Lembrando que, nem sempre, as pessoas sabem que possuem o problema que o seu produto pretende resolver e isso também deve ser levado em consideração. Isso remete a uma frase bem famosa do Steve Jobs: “As pessoas não sabem o que querem, até mostrarmos a elas”.

Por isso, é importante que os entrevistados conheçam um pouco sobre o seu produto. O que ele faz, quais os benefícios e assim por diante. Mas claro que tudo vai depender do seu objetivo na pesquisa.

2. Como eles têm tentado solucionar esse problema?

Supondo que o entrevistado já conheça o próprio problema (o que acontece na maioria das vezes), dentro do questionário você descobrirá como ele está tentando resolvê-lo. 

Aqui é interessante analisar se as pessoas estão realmente dispostas a pagar por algo ou alguém para resolver esse problema. Às vezes, trata-se de algo tão insignificante no dia a dia delas que não acreditam que valha a pena pegar o próprio tempo para resolvê-lo ou mesmo pagar alguém para isso.

Se assim for, é uma informação bastante relevante para a sua ideia de negócio. Talvez, seja o momento de baratear o que se tem a oferecer (se for possível obviamente) ou incrementar a sua solução para que haja um custo-benefício compatível com a expectativa de quem vai adquirir.

Ele quer outra solução para esse problema?

Se o entrevistado está tentando resolver o problema, talvez ele pense numa forma mais fácil e simples de fazer isso. Nesse caso, a sua solução pode ser exatamente do que ele precisa. 

E aí pode entrar a pergunta para o entrevistado: “Você consideraria o meu produto ou serviço como solução para esse problema?” Se as respostas forem, em sua maioria “sim”, excelente! Mas se for “não” é preciso começar a entender o motivo desse não.

Pode ser, por exemplo, que você tenha caído numa armadilha muito comum: acreditar que o que se tem a oferecer é bastante inovador, mas aos olhos do consumidor é apenas mais do mesmo.

Estaria disposto a investir em outra solução/empresa?  

A ideia principal aqui é entender se o consumidor mudaria de empresa. Ele já usa a solução de uma determinada empresa há algum tempo, então se ele está disposto a ir para um concorrente é porque não está satisfeito com o serviço prestado e é importante descobrir qual é essa falha.

Ou pode ser também uma ótima oportunidade para você criar um diferencial do seu produto ou serviço.

Como abrir a sua empresa

Abrir uma empresa envolve diversas etapas, sendo a realização da pesquisa de mercado uma delas. Realmente é muita coisa a ser feita, mas para que o seu sonho se torne realidade e tenha sucesso, todo esse esforço inicial vai valer a pena.

Não se esqueça de que, um desses passos, é a abertura de uma conta jurídica, ou seja, uma conta específica para o seu negócio. Esse é um dos itens da sua lista que não pode faltar e é muito simples e rápido de ser feito.

Confira como abrir uma conta pessoa jurídica com um passo a passo fácil de entender!

Rolar para cima

Fique por dentro


Que tal receber no seu e-mail conteúdos que podem ajudar na gestão da sua empresa?

Preencha seu nome e e-mail: