O que é PIX e como ele irá impactar a vida dos brasileiros.

Pix para empresas: tudo que você precisa saber sobre essa inovação nos pagamentos

O Pix está chegando e nesse artigo vamos tirar todas as suas dúvidas sobre essa grande transformação para os serviços financeiros.


Por meio do comunicado nº 32.927, dia 21 de dezembro de 2018, o Banco Central do Brasil (BCB) estabeleceu a chegada dos pagamentos instantâneos, novo meio de pagamento eletrônico no país.

O Pix, anunciado em fevereiro de 2020 pelo Banco Central, promete transferências e pagamentos de boletos e contas em até 10 segundos.

A proposta é que as transações financeiras sejam feitas 24h por dia, todos os 7 dias da semana, sem feriados bancários e janelas de compensação. É o fim da complexidade e custo que encontrávamos no dia a dia financeiro!

Quais as vantagens do Pix

O Pix promete deixar as operações financeiras mais baratas pois irá reduzir o custo entre transferências e pagamentos, comparado aos valores atuais que as instituições cobram para a realização desse tipo de operações.

No sistema financeiro brasileiro, as transferências entre contas bancárias de diferentes instituições financeiras são feitas através de TED (Transferência Eletrônica Disponível) ou DOC (Documento de Ordem de Crédito).

Uma TED, feita em dias úteis, pode levar até 90 minutos para ser identificada, já um DOC, são até dois dias úteis. Além disso, após determinado horário e em finais de semanas e feriados, a compensação fica apenas para o próximo dia útil.

Já o pagamento de contas pode ser realizado por boletos, cartões ou dinheiro em espécie no caso de boleto, o tempo para identificação pode levar até dois dias úteis.

O Banco Central visa simplificar as transações, que poderão ser feitas:

  • Pessoa para pessoa.
  • Pessoa para empresa.
  • Pessoa para governo.
  • Empresa para empresa.
  • Empresa para governo.
  • Governo para pessoa.
  • Governo para empresa.

Como o Pix ajuda a sua empresa

Sua empresa ganha ainda mais agilidade, já que agora você não precisa esperar a janela de dias e horários úteis para transferências. Isso ajuda o pagamento de funcionários, fornecedores e impostos e também organiza o seu fluxo de caixa e gestão financeira, já que os pagamentos e recebimentos acontecem em tempo real.

Por ser padronizado, todos os bancos que oferecerem esse novo meio de pagamento vão usar o mesmo formato de QR Code. Então, quando estiver usando o Pix, você pode ter certeza do que a mesma dinâmica de pagamento se aplica para todos.

Com esse novo meio de pagamentos você também reduz os custos com transferências e pode diminuir a inadimplência dos seus recebimentos por boleto. O Pix é gratuito para pessoas físicas e ainda não teve o valor divulgado para empresas. Porém, já sabemos que o custo será menor que o praticado no mercado com TED e DOC.

Logomarca do serviço de pagamentos instantâneos do Brasil, o PIX
Logomarca do serviço de pagamentos instantâneos do Brasil, o Pix.

Chave Pix

Usando o Pix, os dados bancários da sua conta PJ são substituídos por uma chave. Para realizar uma transferência você poderá escolher CPF ou CNPJ, e-mail, número de telefone celular ou uma chave aleatória (para pessoas físicas). Se você não deseja passar seus dados pessoais, a chave aleatória é a mais indicada.

Você poderá ter até vinte chaves por conta PJ que seja titular. A chave abre caminho apenas para o recebimento de valores, ela não dá acesso à conta.

A criação da chave não é obrigatória. Você pode usar os dados da conta para receber ou enviar valores com o Pix.

Recebendo pagamentos

Sua empresa poderá receber pagamentos gerando um QR Code que poderá ser lido por qualquer tipo de smartphone. Você poderá escolher dois formatos de QR Code, Dinâmico ou Estático.

O QR Code dinâmico, indicado para transações únicas, apresenta as informações específicas de uma transação, sem a possibilidade de alteração do valor e multa.

Já o QR Code estático permite o recebimento de diferentes tipos de pagamentos. Quem irá definir o valor da transação será o cliente em seu próprio celular. Assim você não precisa cadastrar um valor e pode usar com diferentes clientes o mesmo QR Code.

Segurança

As mesmas medidas adotadas para TED e DOC serão aplicadas ao Pix e as informações pessoais serão protegidas pelo sigilo bancário. Além disso, da mesma maneira que acontece hoje, todas as transações passam pelos sistemas do Banco Central do Brasil.


Gostou de saber um pouco mais sobre o Pix e como ele pode ajudar a sua empresa? Compartilhe com a gente nos comentários se você pretender fazer parte dessa grande revolução no setor financeiro!

Ingrid Barth

Cofundadora e COO

Posts relacionados

Escreva um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WordPress Image Lightbox Plugin

Fique por dentro

Que tal receber no seu e-mail conteúdos que podem ajudar
na gestão da sua empresa?

Preencha seu nome e e-mail: