Rebranding Linker

Rebranding: o que é e como fazer?

Já ouviu falar em rebranding? Essa estratégia consiste na mudança de posicionamento da marca. Entenda como funciona e por que é importante!

Existem diversos motivos que levam as empresas a tentar mudar a percepção que o público tem das suas marcas — uma crise, a busca por um novo público, novas demandas no mercado, entre outras. Essa estratégia é conhecida como rebranding.

Em meio a era digital, buscar um novo posicionamento é importante, mas também perigoso. Por isso, neste artigo, nos esforçamos em apresentar o conceito de rebranding e mostrar como isso pode ser feito na prática. Vamos lá?

O que é rebranding?

Rebranding é o nome de um conjunto de ações que mudam a percepção que o público tem de uma determinada marca ou um produto. Essa estratégia inclui alterar diferentes elementos da identidade visual da marca, como logotipo, cores, linguagem e até o próprio nome.

Para que as empresas fazem? 

Com o rebranding, as empresas buscam um posicionamento diferenciado da marca para se adaptar a novas estratégias, a novas demandas do público consumidor ou mesmo a uma abordagem publicitária diferenciada para assegurar maior persuasão nas vendas.

Nos últimos anos, o rebranding se tornou muito comum, especialmente entre as grandes marcas. Isso ocorreu porque a relação empresa-consumidor sofreu grandes modificações. As pessoas desejam ter uma proximidade maior com as marcas que consomem, e a internet — sobretudo as redes sociais — possibilitaram essa nova relação.

Dessa forma, as marcas precisam humanizar seu relacionamento com os consumidores, exigindo assim que adotem estratégias de branding para se ajustar a uma nova realidade. No entanto, esse é apenas um dos motivos.

As empresas podem  fazer rebranding porque:

  • precisam readaptar sua mensagem ao comportamento do consumidor;
  • atingir um novo público-alvo;
  • lançar novas linhas de produtos e serviços.

Qual a importância?

O rebranding pode ser uma ótima estratégia para fazer o negócio crescer ainda mais. Para algumas empresas, porém, essas ações podem ser uma questão de sobrevivência. Em 2004, por exemplo, a imagem do McDonalds foi gravemente comprometida por causa do documentário “A dieta do Palhaço”. A empresa então precisou iniciar um processo de rebranding, reestruturando diversos processos, inclusive o menu.

Como fazer o rebranding? 

O rebranding é um processo multidisciplinar, cujas ações variam conforme os objetivos desejados. A reestruturação impacta diversos elementos que interferem na visão do público sobre a marca, como:

  • nome;
  • logotipo e cores;
  • ícones de apps;
  • materiais gráficos;
  • linguagem;
  • produtos e serviços;
  • processos de atendimento;
  • canais de relacionamento;
  • sites e redes sociais;
  • blog;
  • missão e valores.

Para entender melhor o processo, podemos dividir o rebranding em 4 etapas.

Faça um levantamento de dados

Em primeiro lugar, é preciso gerar insights sobre que mudanças podem ser feitas. Para isso, colete feedbacks em diferentes canais e faça pesquisas de opiniões com colaboradores e clientes. Avalie também seus concorrentes para entender sua atuação no mercado em relação às mudanças que deseja.

Mude a identidade visual

Lembre-se que a identidade visual vai além do logo e das cores. Tem a ver também com design, mascotes, slogans e outros elementos que identifiquem sua empresa aos olhos do público.

Trabalhe as mídias

As mídias sociais são uma das principais ferramentas para criar um novo posicionamento. Por isso, selecione os canais mais relevantes para sua assistência e recrie sua estratégia de comunicação.

Divulgue a estratégia, gerando expectativa

Crie peças publicitárias em campanhas de marketing digital para gerar expectativa no seu público. As pessoas precisam perceber de forma clara o processo de rebranding, e você pode fazer isso nas redes sociais, no e-mail marketing e no site da empresa. 

Influenciadores também podem ser contratados para dar uma força na estratégia, atingindo um público ainda maior. Nesse momento, tente monitorar as reações das pessoas para fazer os ajustes necessários. 


Lembre-se que o rebranding não é um processo rápido. É uma estratégia que demanda tempo e energia. Mas as ações têm o grande potencial de revitalizar a marca e ajudá-la a ganhar relevância e força diante do público.

O Linker quer ser seu parceiro no crescimento do seu negócio, para torná-lo ainda mais forte e sustentável. Por isso, abra sua conta PJ com a gente,  ganhe tempo, economia e praticidade!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WordPress Image Lightbox Plugin
Rolar para cima

Fique por dentro


Que tal receber no seu e-mail conteúdos que podem ajudar na gestão da sua empresa?

Preencha seu nome e e-mail: