Saiba o que muda na conversão do dólar nas compras com cartão de crédito

No início de março, entrou em vigor uma nova resolução do Banco Central que altera a maneira como funciona o câmbio nos cartões de crédito. Mas, por não ter fatura, a conversão do dólar no cartão virtual do Linker não é afetada.

A norma do Banco Central, publicada na circular 3918/2018, tem como objetivo facilitar e dar mais previsibilidade às compras feitas em dólar e outras moedas estrangeiras. A mudança vai facilitar o cálculo de transações feitas no exterior.

Antes da nova regra, a conversão para dólares era feita no momento do fechamento da fatura. E, caso houvesse uma diferença dessa cotação para o câmbio do dia do pagamento, um ajuste era feito na fatura do mês seguinte, para mais ou para menos.

Como fica agora?

A nova regra torna a conversão de moeda estrangeira um processo muito mais simples.

Agora passa a valer sempre a cotação do dólar no dia da transação. Então, ao consultar a fatura no dia seguinte da compra, já é possível saber a conversão e o que o quanto essa transação irá custar em reais no próximo pagamento.

Isso, além de facilitar a gestão financeira das compras no cartão, protege o comprador de mudanças repentinas na cotação do dólar.

Mas nem tudo mudou. A cobrança de encargos e impostos, como o IOF por exemplo, não sofreu nenhuma alteração.

E o cartão virtual do Linker? O que muda?

Não muda nada. Como você sabe, o cartão virtual do Linker é usado na função crédito, mas está integrado ao saldo da sua conta e não tem fatura. Por isso, todas as compras são debitadas em tempo real e podem ser acompanhadas no seu extrato.

Por esse motivo, a conversão de dólares para reais sempre foi feita no momento da compra, utilizando o câmbio daquele dia.

Então, como não há um intervalo entre o momento da compra e o seu pagamento, a nova regulação do Banco Central não muda em nada no processamento das suas compras internacionais com o cartão virtual do Linker.

Se você tiver alguma outra dúvida em relação à conversão das suas despesas internacionais, é só entrar em contato com nosso time de especialistas.

Rafael Barbosa

Head de Marketing

Posts relacionados

1 Comment

Escreva um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *